terça-feira, agosto 08, 2006

CHAMPIONS LEAGUE?

Quando o relógio marcar as 19:45 (hora de Lisboa) começa, então, a época oficial de um Glorioso com raros momentos notáveis no período que visava criar e rotinar movimentos, tácticas, espírito de grupo, clarividência - a chamada pré-época. Das propaladas certezas de Fernando Santos, passou-se rapidamente para as desfeitas ideias de uma equipa à deriva. E agora? Minoram-se os estragos, parte-se para uma estratégia realista que não procure apoio nas ideias fantasistas do treinador mas amparo no plantel já constiuído (grupo esse que só por si pouco ou nada garante) porque o tempo de experimentações já se esgotou e agora são tempos de decisão, mais importantes que uma mera Taça do Guadiana.

Quando o relógio marcar as 20:45 (hora de Viena) o nosso onze no Prater - para mim há-de sempre ser o Prater - terá numa ala Paulo Jorge e na outra Manu. São irreverentes, correm, têm raça mas, será só de vontade que é feito um jogador que chega à Luz em primeiras núpcias? Já vi este filme que, aliás, se arrastou na sala da Luz por diversas temporadas: renega-se a classe e recorre-se ao dúbio. A resguardar a àrea estarão Luisão e Anderson e os adaptados do costume Nélson à esquerda, Ricardo Rocha à direita. Katsouranis e um Petit mais liberto e lá à frente Nuno Gomes servido nas costas pelo maestro Rui Costa. Dúvida na baliza? Não, Quim é a melhor escolha.

Quando começar o jogo no Prater o pessimismo que me acompanha desde a indicação de Fernando Santos não é para aqui chamado, hoje é para apoiar o Benfica, hoje é para ganhar.

ALLEZ ALLEZ BENFICA ALLEZ!

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home