terça-feira, agosto 22, 2006

O pontapé-canhão!

Nos últimos dias, a RTP Memória transmitiu dois jogos da época 93/94 que nos permitem recordar um dos jogadores mais especiais que já passaram pelo Benfica: Isaías, o brasileiro que o 3º anel amava odiar! Naquele seu estilo, aparentemente, molengão, era o alvo preferencial dos adeptos quando as coisas corriam mal, principalmente se os seus disparos terminavam nas bancadas da Luz. Mas a verdade é que a sua saída, já trintão, para Coventry deixou um enorme vazio e, hoje, serão poucos os benfiquistas que não sentem saudades daquele jogador todo-o-terreno, capaz de fazer qualquer posição do ataque e disponível, sempre que necessário, para auxiliar a equipa no capítulo defensivo. Durante os últimos anos, foram muitas as vezes em que pensei como seria útil voltar a ter um jogador das suas características. Ainda olhei para Evandro, nos seus primeiros meses em Vila do Conde, como um potencial seguidor do trajecto de Isaías, mas acabou por se revelar um jogador mediano. Já este ano, perante a incapacidade de Fernando Santos implementar o seu modelo táctico, voltei a lembrar-me muitas vezes de Isaías. E no sábado, depois de ver o célebre empate a 3 bolas nas Antas (com a habitual colaboração de Carlos Calheiros), onde o esquema de Toni não andou muito longe do tal losango, tornou-se evidente que o Isaías, tivesse hoje a mesma idade de então, era dono e senhor da posição de interior-esquerdo.

No vídeo abaixo pode-se ver alguns dos golos decisivos que marcou, entre os quais, os dois que a RTP Memória teve oportunidade de passar no fim-de-semana. Logo a abrir, o espectacular, e inesquecível, golo marcado a Costinha em Dezembro de 93 e, mais à frente, um magistral livre directo apontado nas Antas.

2 Comments:

Blogger Lynch said...

o Profeta !!

terça-feira, agosto 22, 2006 6:08:00 da tarde  
Blogger Kim Lois said...

O Benfica nunca mais vai ter um jogador assim. Que saudades!!!!

terça-feira, setembro 26, 2006 4:27:00 da manhã  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home