quarta-feira, dezembro 06, 2006

Uma eliminação anunciada

Pela enésima vez ao longo desta época, o trabalho sobrepôs-se ao horário do jogo e pouco pude ver. Não custou muito. A eliminação da Liga dos Campeões estava anunciada desde que Saha falhou o penalty em Parkhead. Ainda assim, o excelente golo de Nélson, visto já na repetição, chegou a alimentar as escassas esperanças de passagem. Por trás do computador, continuei a espreitar o possível, até que Giggs me afastou definitivamente de Old Trafford.
A visão, parcial, com que fico deste jogo é a de um Benfica que entrou bem na partida, mas que arriscou em demasia ao repetir a estratégia de Alvalade, já que, desta feita, não enfrentou um conjunto imaturo e insuflado pela pena sobrevalorizadora da Imprensa. Contra o Man Utd, qualquer deslize pode ser fatal. E assim foi. Saha e Giggs não perdoaram e arrumaram com o jogo. Fico também com a imagem de uma excelente exibição de Simão, com arte, mas muito músculo também. À capitão!
Mas como já todos temos discutido nas nossas conversas, não foi em Old Trafford que o Benfica hipotecou as suas aspirações. Foi, essencialmente, na falta de ambição demonstrada em toda a segunda parte da deslocação a Copenhaga e no erro infantil que permitiu a Saha marcar na Luz. Três pontinhos (bastavam dois) que colocariam o Benfica nos oitavos de final.

ps- Miccoli, dizem-me, voltou a pedir para sair. Estará disponível no fim de semana?

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home