sexta-feira, dezembro 01, 2006

Tão fácil...

Nove jogadores e meio bastaram para que o "azar" voltasse a bater à porta da lagartagem. Miccoli andou por lá apenas para assustar e, apesar disso, conseguiu assitir Simão e fazer oscilar a trave de Ricardo. Nada mau, para quem andou ao pé coxinho. Foi, aliás, no medo que o Nandinho jogou. Daí o recuo de Nuno Gomes* e a colocação de Simão ao lado do italiano. O objectivo seria segurar Miguel Garcia e Tello, a partir de deslocações da dupla para as alas, mas nem foi preciso, depois da entrada de rompante do Benfica. O golo madrugador acabou por ditar o recuo do Benfica e o Sporting teve espaço, mas pouca capacidade, para impôr o seu jogo. E nas poucas vezes que conseguiu furar a muralha, Ricardo, que foi mesmo uma Rocha, resolveu. O Benfica não fez um jogo brilhante, mas, mesmo recuado, fez-se sempre respeitar. Fica até a ideia que poderia ter partido para outra exibição, não pesasse o jogo de Manchester no seu subconsciente.

* Desastroso. Maus momentos de forma, todos têm. Mas a motivação de Nuno Gomes anda pelas ruas da amargura. A forma como joga revela falta de confiança nas suas capacidades e demasiada ansiedade. A expulsão, ridícula, espelha esse estado de alma.

Etiquetas:

1 Comments:

Anonymous PAPOILA SALTITANTE said...

A semaninha de banco só lhe vai fazer bem. Se fossem duas, se calhar ainda seria melhor.
A ver é se o Nandinho dá uma chance ao Kikin e este a aproveita.

quarta-feira, dezembro 06, 2006 3:27:00 da tarde  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home